• Entrega Imediata
  • Frete Grátis

Livro Impresso

Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos

  • ISBN:

    9788535287318

  • Edição: 1|2017
  • Editora: GEN LTC

Marcelo Miguez, Leandro Torres Di Gregório e Aline Pires Veról

De: R$ 122,00 Por: R$ 97,60
In stock
SKU
440669
ou em até 4x de R$ 24,40
< >
As inundações urbanas são um fenômeno cada vez mais presente na rotina das cidades. Nas estatísticas sobre desastres naturais, as inundações aparecem com destaque em termos de perdas materiais e humanas. As discussões de projeto para solução das inundaçõe
  • Formato: Impresso
  • Páginas: 368
  • Publicação: 22/11/2017
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,78 kg
  • Dimensões: 21 x 27

As inundações urbanas são um fenômeno cada vez mais presente na rotina das cidades. Nas estatísticas sobre desastres naturais, as inundações aparecem com destaque em termos de perdas materiais e humanas. As discussões de projeto para solução das inundações urbanas vêm substituindo a lógica simples da redução de alagamentos por uma interpretação mais completa que considera a redução dos riscos, levando em conta o efeito que a inundação pode provocar sobre a cidade, vista como sistema socioeconômico. O conceito de risco relaciona a probabilidade de ocorrência de um evento perigoso com os danos que podem ser causados por este evento. Esses danos, por sua vez, dependem da exposição dos elementos do sistema e de sua vulnerabilidade, que se materializa através do valor exposto, da susceptibilidade a sofrer danos e da capacidade de reação e retorno ao estado de referência, estando este último componente associado ao conceito de resiliência.

Nesse contexto, com o intuito de subsidiar o processo de redução de riscos, este livro discute aspectos inerentes ao risco e sua gestão, associados a eventos de inundações, enxurradas e alagamentos. Para a efetiva redução do risco, é possível atuar no sentido de: minimizar as inundações por meio da redução da geração de escoamentos e da reorganização espacial e temporal dos escoamentos resultantes, reduzir as vulnerabilidades da cidade que sofre os alagamentos, e/ou implementar medidas de adaptação para melhorar as respostas futuras do sistema. Além disso, também é possível atuar nos diferentes momentos do ciclo de gestão de riscos, que se referem às etapas de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação.

 

Dedicatória

Agradecimentos

Os Autores

Prefácio

Apresentação

Capítulo 1 Conceituação preliminar e foco da discussão

Parte I Conceituação e mapeamento de risco e seus componentes

Conceitos apresentados na parte I

Capítulo 2 Conceituação de risco

Capítulo 3 Perigo no contexto de riscos e desastres hidrológicos

Capítulo 4 Exposição e vulnerabilidade

Capítulo 5 Equacionamento e mapeamento do risco

Capítulo 6 Resiliência e sustentabilidade

Capítulo 7 Aplicabilidade dos mapas de perigo, vulnerabilidade e risco

Parte II Gestão integral de riscos de desastres

Conceitos apresentados na Parte II

Capítulo 8 Gestão integral de riscos de desastres no Brasil

Capítulo 9 Prevenção

Capítulo 10 Mitigação

Capítulo 11 Preparação e resposta

Capítulo 12 Recuperação

 

Marcelo Miguez

Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990). Doutor em Ciências em Engenharia Civil pela COPPE – Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (2001). Professor Titular da Escola Politécnica/UFRJ. Professor Pleno do Programa de Engenharia Civil da COPPE/UFRJ.

Leandro Torres Di Gregorio
Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro - POLI / UFRJ (2003). Doutor em Ciências em Engenharia Civil pelo Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal Fluminense - UFF (2013). Especialização lato sensu em Gestão de Emergências e Desastres pela Faculdade Integrada da Grande Fortaleza (2012). Professor Adjunto do Departamento de Construção Civil da POLI / UFRJ. Professor do Programa de Pós-graduação em Engenharia Urbana e do Programa de Pós-graduação em Engenharia Ambiental, ambos da POLI / UFRJ. Atuou como empresário no setor da construção civil de 2002 a 2011 e como pesquisador / gerente de projetos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN-MCTIC) de 2011 a 2013. Atua em projetos de pesquisa e extensão nas áreas de gestão de riscos de desastres socioambientais, reconstrução pós-desastre e sistemas urbanos (incluindo smart cities). 

Aline Pires Veról

Engenheira Civil pela Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2006). Doutora em Ciências em Engenharia Civil pela COPPE/UFRJ – Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (2013). Professora Adjunta da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo/UFRJ. Professora do Corpo Permanente do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura PROARQ-FAU/UFRJ e Professora Colaboradora do Programa de Engenharia Civil da COPPE/UFRJ. Atua em projetos de pesquisa e extensão nas áreas de saneamento ambiental, drenagem urbana sustentável, requalificação fluvial urbana e sistemas prediais hidráulicos e sanitários.