• Entrega Imediata

Livro Impresso

MANUAL DE AUDITORIA E REVISÃO DE DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

  • ISBN:

    9788522493203

  • Edição: 3|2015
  • Editora: Atlas

Claudio Gonçalo Longo

R$ 172,00
In stock
SKU
4215100
ou em até 8x de R$ 21,50
< >
As firmas de auditoria normalmente formam o seu próprio pessoal com a obrigatoriedade de cumprir quantidade de horas de educação profissional continuada a cada ano. Este livro, que contempla os dois mais comuns trabalhos executados pelos auditores indepen
  • Formato: Impresso
  • Páginas: 480
  • Publicação: 18/11/2014
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,65 kg
  • Dimensões: 17 X 24

As firmas de auditoria normalmente formam o seu próprio pessoal com a obrigatoriedade de cumprir quantidade de horas de educação profissional continuada a cada ano. Este livro, que contempla os dois mais comuns trabalhos executados pelos auditores independentes (auditoria e revisão das demonstrações financeiras) certamente será útil para se atingir o objetivo desejado.

O livro está dividido em três partes. A Parte I inclui uma introdução, onde se explicam a estrutura das normas de auditoria e o processo de elaboração e aprovação delas, acompanhados da Estrutura Conceitual (abordada de forma prática para contextualizar os dois assuntos das outras duas partes).

A Parte II, que representa cerca de 90% da obra, trata do assunto mais importante, que é a auditoria de demonstrações financeiras. O texto começa com um resumo executivo que deve ser lido em conjunto com um gráfico (fluxograma) para facilitar o entendimento do livro e da aplicação das normas. A leitura desse resumo permite o entendimento, de forma global, do processo de auditoria e do que está tratado nos 25 capítulos que completam essa parte.

A Parte III aborda os trabalhos de revisão de demonstrações financeiras, que é extremamente importante em decorrência dos requisitos da CVM (companhias abertas) e do Banco Central do Brasil (instituições financeiras), assim como trabalhos de aplicação de procedimentos previamente acordados.

Livro-texto para a disciplina Auditoria dos cursos de graduação, pós-graduação ou extensão universitária em Ciências Contábeis. Obra recomendada tanto para o profissional que já atua em auditoria independente, como para aqueles que estão iniciando na profissão. O livro é, também, importante para contadores de grandes empresas de capital aberto e de atividades regulamentadas para entender o trabalho do auditor, para profissionais que atuam em órgãos reguladores (CVM, Susep, Banco Central) e para advogados (processos envolvendo trabalhos de auditores independentes), assim como para outros profissionais que interagem com os auditores independentes.

Apresentação, xxiii
Prefácio, xxv

Parte I – INTRODUÇÃO, 1

1     Introdução, 3
Palavras iniciais, 3
Viabilização do processo de convergência, 5
Estrutura das Normas Brasileiras de Contabilidade, 6
Vigência e aplicação das novas normas de auditoria (NBC TAs), 7
Aplicação das novas normas de auditoria pelas pequenas e médias firmas de auditoria, 10
Outras normas técnicas (de revisão, asseguração sobre informações não históricas e serviços correlatos), 12
Grupo de trabalho para a convergência em auditoria e agradecimentos, 13
Motivação para escrever este livro e seu objetivo, 14

2     Estrutura Conceitual de Trabalhos de Asseguração, 16
Origem do termo e definições, 16
Asseguração razoável × asseguração limitada, 17
Conclusão do Auditor nos relatórios emitidos em trabalhos de asseguração, 18
Aceitação de um trabalho de asseguração, 19
Elementos de um trabalho de asseguração, 19

Parte II – AUDITORIA DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS, 25
Resumo Executivo, 25

3     Objetivos Gerais do Auditor Independente e a Condução da Auditoria em Conformidade com as Normas de Auditoria (NBC TA 200), 46
Introdução, objetivos e definições, 46
Responsabilidades da administração, 47
Estrutura de apresentação adequada × estrutura de conformidade, 48
Conjunto completo de demonstrações financeiras e práticas contábeis adotadas no Brasil, 48
Responsabilidades do auditor no contexto da auditoria das demonstrações financeiras, 49
Requisitos da NBC TA 200, 51
Exigências éticas, 51
Ceticismo profissional, 52
Julgamento profissional, 53
Evidência de auditoria apropriada e suficiente, 54
Risco de auditoria, 55
Risco inerente, 55
Risco de controle, 56
Risco de detecção, 56
Limitações inerentes ao processo de auditoria, 56
Condução da auditoria de acordo com as normas brasileiras (e internacionais) de auditoria, 58
Objetivos formulados em cada uma das NBC TAs, 58
Conteúdo das NBC TAs, 59
Considerações específicas para o Setor Público, 59
Considerações específicas para entidades de pequeno porte, 60
Não cumprimento de um objetivo, 60

4     Concordância com os Termos do Trabalho de Auditoria (NBC TA 210), 61
Introdução, 61
Requisitos, 62
Condições prévias para aceitação do trabalho, 62
Acordos sobre os termos do trabalho, 65
Auditorias recorrentes, 66
Aceitação de mudança nos termos do trabalho, 66
Considerações adicionais na aceitação do trabalho, 66

5     Controle de Qualidade na Auditoria de Demonstrações Financeiras (NBC TA 220), 68
Introd


Claudio Gonçalo Longo

Bacharel em Ciências Econômicas e Ciências Contábeis

Foi Auditor independente em 1971 na Boucinhas, Campos, Coopers & Lybrand (que na época era uma das big 8 que atuava no Brasil), transferindo

se em 1975 para a Arthur Young (hoje Ernst & Young Terco), onde se aposentou após 30 anos de serviço, 19 como sócio.

Lidera o Comitê de Normas de Auditoria (CNA) do IBRACON, que teve sob responsabilidade a análise, revisão e implementação das traduções das normas internacionais de auditoria (ISAs do IAASB da IFAC)) que deram origem às NBC TA (aprovadas pelo CFC)

É membro da Comissão Nacional de Normas Técnicas (CNNT) e do GT

1 de Instituições Financeiras, também do IBRACON

Como membro da CNNT, foi relator de uma série de comunicados técnicos e outros documentos

Participante da Comissão de Educação Profissional Continuada do CRC

SP

Ministra cursos e palestras sobre o tema do livro