Busca avançada Busca avançada
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)          Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)        SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.

Prática de Recursos no Processo Civil

Autor: GEDIEL CLAUDINO DE ARAUJO JÚNIOR

ISBN: 9788597015676
Publicação: 16/03/2018
Edição: 5|2018
Formato: 17 X 24
Páginas: 424
Acabamento da capa: Brochura
Peso: 0,67kg
Selo Editorial: Atlas
R$108,00

O fundamento primário dos recursos, lato sensu, deve ser atribuído à natureza humana, dominada, como é cediço, por inato sentimento de inconformismo, seja quanto aos limites naturais, seja quanto aos limites criados pelo próprio homem.

No direito, esse sentimento torna absolutamente inaceitável uma decisão judicial única, que, invariavelmente, parecerá ao vencido como autoritária e injusta. Não bastasse essa natural demanda humana, os juízes, pessoas que são, estão sujeitos a perpetrar erros, ou, o que é pior, a sucumbir diante de razões menos nobres, mas não menos humanas.

Dentro dessas perspectivas, o recurso procura atender à necessidade humana de revisão da decisão desfavorável, bem como garantir o acerto, dentro do possível, da decisão judicial. Destarte, o recurso pode ser conceituado como o direito, a faculdade, que a parte vencida, no todo ou em parte, tem de provocar o reexame da decisão judicial, com escopo de sua reforma ou modificação por órgão hierarquicamente superior.

Muitos atribuem ao atual sistema recursal grande parte da culpa pela conhecida lentidão da justiça brasileira. Critica-se principalmente o excesso de recursos. Não se nega a necessidade de ajustes, mas os problemas da justiça brasileira são bem mais abrangentes e envolvem, inclusive, aspectos culturais.

Além de atender a uma necessidade natural dos litigantes, como se disse, é inegável a importância do sistema recursal para garantir o acerto das decisões judiciais; tal fato fica evidente ao se considerar a grande quantidade de decisões que são revistas pelos nossos tribunais; ou seja, antes de se limitar os recursos há que se discutir como melhorar a qualidade das decisões do juiz de primeiro grau.


Acompanhe as nossas publicações, cadastre-se e receba as informações por e-mail (Clique aqui!)

Compartilhe:

Sinopse

Detalhes

O fundamento primário dos recursos, lato sensu, deve ser atribuído à natureza humana, dominada, como é cediço, por inato sentimento de inconformismo, seja quanto aos limites naturais, seja quanto aos limites criados pelo próprio homem.

No direito, esse sentimento torna absolutamente inaceitável uma decisão judicial única, que, invariavelmente, parecerá ao vencido como autoritária e injusta. Não bastasse essa natural demanda humana, os juízes, pessoas que são, estão sujeitos a perpetrar erros, ou, o que é pior, a sucumbir diante de razões menos nobres, mas não menos humanas.

Dentro dessas perspectivas, o recurso procura atender à necessidade humana de revisão da decisão desfavorável, bem como garantir o acerto, dentro do possível, da decisão judicial. Destarte, o recurso pode ser conceituado como o direito, a faculdade, que a parte vencida, no todo ou em parte, tem de provocar o reexame da decisão judicial, com escopo de sua reforma ou modificação por órgão hierarquicamente superior.

Muitos atribuem ao atual sistema recursal grande parte da culpa pela conhecida lentidão da justiça brasileira. Critica-se principalmente o excesso de recursos. Não se nega a necessidade de ajustes, mas os problemas da justiça brasileira são bem mais abrangentes e envolvem, inclusive, aspectos culturais.

Além de atender a uma necessidade natural dos litigantes, como se disse, é inegável a importância do sistema recursal para garantir o acerto das decisões judiciais; tal fato fica evidente ao se considerar a grande quantidade de decisões que são revistas pelos nossos tribunais; ou seja, antes de se limitar os recursos há que se discutir como melhorar a qualidade das decisões do juiz de primeiro grau.


Acompanhe as nossas publicações, cadastre-se e receba as informações por e-mail (Clique aqui!)

Sumário

Autoria

Gediel Claudino de Araujo Júnior 

Defensor Público do Estado de São Paulo e professor de Direito Civil, Processo Civil e Prática Processual Civil. Além desta obra, é autor dos livros: Prática do recurso de agravo; Prática de locação; Prática no direito de família; Prática no Estatuto da Criança e do Adolescente; Prática no Processo Civil e Prática de contestação no processo civil, todos publicados pelo Grupo GEN | Atlas. 

Acompanhe o autor pela internet: @ professorgediel 

genJuridico.com.br/gedielclaudinodearaujojunior

Outras versões disponíveis

Você selecionou o formato Livro Impresso.

Frete

Material suplementar

http://www.grupogen.com.br/avaconnector/index/redirectMaterial/course/9788597015676

Compre Junto

Este produto: Prática de Recursos no Processo Civil R$108,00

Prática no Processo Civil
R$174,00

Prática do Recurso de Agravo
R$79,00

Prática no Direito de Família
R$129,00

Preço Total:
R$490,00