• Entrega Imediata

Livro Impresso

A EDUCAÇÃO DA PRIMEIRA INFÂNCIA NA PERSPECTIVA DE COMENIUS

  • ISBN:

    9788522494378

  • Edição: 1|2015
  • Editora: Atlas

Edson Pereira Lopes

De: R$ 72,00 Por: R$ 57,60
In stock
SKU
4215139
ou em até 2x de R$ 28,80
< >
No estudo de Philippe Ariès (1914-1984), observou-se que a partir do século XVII houve uma crescente ênfase na instituição escolar, que propunha a substituição da família por profissionais da educação, no ensino dedicado à criança, que, antes depreciad...
  • Formato: Impresso
  • Páginas: 128
  • Publicação: 18/02/2015
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,27 kg
  • Dimensões: 17 X 24

No estudo de Philippe Ariès (1914-1984), observou-se que a partir do século XVII houve uma crescente ênfase na instituição escolar, que propunha a substituição da família por profissionais da educação, no ensino dedicado à criança, que, antes depreciada, começava a receber destaque e tornava-se figura central na família. A criança, de filho, passou a ser intuída como aluno e percebida como criança-aluno.

 

O pedagogo tcheco João Amós Comenius, enquanto apologista da instituição escolar, ao propor sua organização escolar, inicia pela escola materna, denominando-a como ?escola da infância?, o que demonstra claro entendimento de que o ambiente familiar era uma das classes escolares essenciais em sua proposta de reformar e organizar a instituição escolar, visto que dela dependeriam as demais classes.

 

A escola-família deveria ser considerada como prioritária, já que nela se formaria a criança-aluno de zero a seis anos, e os pais não só seriam responsáveis em prover a educação, mas igualmente considerados como ?pais-professores?, e as crianças como alunos dessa instituição, família-escola.

 

Aos pais-professores era indispensável prover manuais para que soubessem ensinar a criança-aluno. No atendimento dessa demanda é que Comenius escreveu a Didática magna, A escola da infância e a Pampaedia, sendo que, das três, a que mais se harmoniza com o formato de manual destinado à educação da primeira infância é a obra A escola da infância, conforme analisada neste livro.

 

No primeiro capítulo ? A obra de Comenius à luz da interpretação de Philippe Ariès: valorização e descoberta da criança ? foram estabelecidos vínculos hermenêuticos entre Ariès e Comenius com ênfase na valorização e descoberta da criança.

 

O segundo capítulo ? Comenius em prol da escola: ensinar a todos ? evidenciou o pedagogo tcheco como um árduo defensor da instituição escolar. No último capítulo ? Educação da primeira infância: pais-professores e criança-aluno de zero a seis anos ?, o objetivo se fundamentou em investigar nas obras Didática magna, A escola da Infância e Pampaedia as razões pelas quais Comenius se referia à educação das crianças de zero a seis anos, denominando- a de ?escola da infância?.

 

Obra recomendada para pedagogos, docentes de mestrado e doutorado, filósofos, profissionais da saúde da infância, políticas sociais da Educação e de áreas correlatas. Leitura complementar para as disciplinas Educação da Infância, História da Educação, Filosofia da Educação, Didática do


 


Edson Pereira Lopes

 

Pós

 

doutor em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP)

 

Doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo

 

Mestre em Educação, Arte e História da Cultura e lato sensu em Estudos Brasileiros pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP)

 

Possui o curso de Licenciatura Plena em Filosofia pela Unifai (Centro Universitário Assunção)

 

 

Um dos principais pesquisadores brasileiros que trata do pensamento de João Amós Comenius

 

Foi diretor, coordenador e professor na graduação e no mestrado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP)

 

Autor de diversos artigos e livros publicados em sua área de atuação

 

Atualmente é assessor educacional no reconhecimento e renovação de cursos de graduação, mestrado e doutorado