• Entrega Imediata

e-Book

E-book - Trabalho e Capital Monopolista

  • ISBN:

    9788521637868

  • Edição: 3|1983
  • Editora: LTC

Harry Braverman

De: R$ 164,00 Por: R$ 139,40
In stock
SKU
42200827
ou em até 7x de R$ 19,91
< >

Conteúdo relacionado

  • Formato: Bookshelf
  • Páginas: 384
  • Publicação: 22/09/2021

O propósito de Trabalho e Capital Monopolista: a Degradação do Trabalho no Século XX é a análise dos processos de trabalho da sociedade capitalista e do modo específico pelo qual eles são constituídos pelas relações de propriedade capitalista. Não pretende oferecer qualquer estudo paralelo do modo específico pelo qual essa estrutura foi imitada pelas sociedades híbridas do bloco soviético. A razão dessa omissão é simples: esse processo de trabalho foi “criado” e continua a ser desenvolvido pelo capitalismo e não pelo sovietismo, no qual é apenas uma forma reflexa e imitativa.
Inicialmente tendo concebido pouco mais que um estudo das alternâncias ocupacionais nos Estados Unidos, o autor ampliou seu interesse de modo a incluir a evolução do processo de trabalho “dentro” das ocupações, bem como as alternâncias de trabalho “entre” as ocupações. São assim examinados temas como trabalho e gerência, ciência e mecanização, capital monopolista, o papel do Estado, estrutura da classe trabalhadora e outros igualmente relevantes.
Pela atualidade e importância do assunto – e pela profundidade e originalidade do enfoque – este é um livro de leitura indispensável aos estudiosos empenhados em compreender o processo social em curso.

OBS: Esta nova reimpressão do clássico Trabalho e Capital Monopolista: a Degradação do Trabalho no Século XX está em conformidade com as regras do Novo Acordo Ortográfico.

 

 

Capítulo 1 - Trabalho e Gerência 

Trabalho e Força de Trabalho 
As Origens da Gerência 
A Divisão do Trabalho 
Gerência Científica 
Principais Efeitos da Gerência Científica 
A Habituação do Trabalhador ao Modo Capitalista de Produção 

Capítulo 2 - Ciência e Mecanização 
A Revolução Técnico-Científica 
A Revolução Científico-Tecnológica e o Trabalhador Maquinaria 
Outros Efeitos da Gerência e da Tecnologia na Distribuição do Trabalho

Capítulo 3 - Capital Monopolista 
Mais-Valia e Trabalho Excedente 
A Empresa Moderna 
O Mercado Universal 
O Papel do Estado 

Capítulo 4 - A Crescente Diversificação da Classe Trabalhadora 
Trabalhadores em Escritório 
Prestação de Serviços e Comércio Menor 

Capítulo 5 - A Classe Trabalhadora 
A Estrutura da Classe Trabalhadora e seu Exército de Reserva 
As Camadas Médias do Emprego 
Trabalho Produtivo e Trabalho Improdutivo 
Nota Final sobre Qualificação Profissional

 

Harry Braverman (1920-1976) nasceu de pais judeus poloneses, no Brooklyn, em Nova Iorque. Foi militante do movimento trotskista nos Estados Unidos, em 1937, e membro da Young People’s Socialist League (YPSL) – movimento da juventude do Partido Socialista dos Trabalhadores (Socialist Workers Party – SWP). Na década de 1950, foi líder da Cochran tendency, corrente liderada por Bert Cochran, no SWP, no qual fez estudos marxistas até ser expulso junto com Cochran. Formaram então a American Socialist, para a qual Braverman escreveu cerca de 107 ensaios. Até 1952, ao escrever para a Quarta Internacional, ele usava o pseudônimo de Harry Frankel. Nos anos de 1960, foi editor da Grove Press e peça fundamental para a publicação do polêmico livro Autobiografia, de Malcolm X. Recebeu o grau de bacharel em Artes pela New School for Social Research, em 1963, sendo influenciado pelo socialismo e marxismo difundidos na faculdade. Em 1967, foi editor da Monthly Review Press. Em 1974, escreveu este clássico livro, que ganhou o Prêmio C. Wright Mills ao atingir sua 25ª edição. Braverman foi teórico e crítico mundialmente reconhecido.

O GEN | Grupo Editorial Nacional adota a plataforma de e-books VitalSource Bookshelf. Além de oferecer vários recursos, o Bookshelf permite até quatro instalações, sendo duas em dispositivos móveis (smartphones e tablets) e duas em computadores (desktops ou notebooks).

Compatibilidade

Além do acesso on-line (online.vitalsource.com), o Bookshelf está disponível para os seguintes sistemas: Windows, Mac OS X, iOS e Android.

Acesso aos e-books

  • Após a confirmação do pagamento, o e-book será associado a uma conta na VitalSource. Se você já for usuário do Bookshelf, o e-book será associado à conta existente; caso contrário, será criada uma conta com o e-mail utilizado para a compra;
  • Os dados para login devem ser informados no Bookshelf on-line ou na primeira utilização do aplicativo. Após novas aquisições, é importante clicar na opção “Atualizar biblioteca”.

Acessibilidade

  • O aplicativo Bookshelf dispõe de recursos para auxiliar os portadores de deficiência visual. Além da ampliação de caracteres, o aplicativo oferece a leitura com voz sintetizada;
  • O recurso de leitura em português funciona em instalações em nosso idioma no Windows 7 SP1 ou superior e OS X 10.10 (Yosemite).

Observações importantes

  • A versão atual do Bookshelf para Android não permite assistir aos vídeos de nossos livros-aula;
  • Em sistemas Linux e Windows Phone, seus e-books podem ser acessados on-line;
  • Não é permitida a impressão dos e-books;
  • Os e-books adquiridos no site do GEN não são compatíveis com os aplicativos e dispositivos Kindle, Nook, Kobo e Lev;
  • Nossos e-books também estão à venda nos sites das livrarias Cultura e Saraiva. Os e-books adquiridos nessas lojas podem ser lidos no Saraiva Reader/Lev e Kobo.

Para mais informações sobre o VitalSource Bookshelf, requisitos para instalação e outros detalhes técnicos, acesse support.vitalsource.com.