• Entrega Imediata
  • Frete Grátis

Livro Impresso

Rezende Obstetrícia

  • ISBN:

    9788527730501

  • Edição: 13|2017
  • Editora: Guanabara Koogan

Rezende

De: R$ 545,00 Por: R$ 436,00
In stock
SKU
115369
ou em até 10x de R$ 43,60
< >
Clássico que tem contribuído para a formação de várias gerações de estudantes e profissionais da saúde, Rezende | Obstetrícia continua a prover o melhor e mais completo conteúdo da área em edição totalmente reformulada, com projeto gráfico mais arrojad...
  • Formato: Impresso
  • Páginas: 1104
  • Publicação: 28/10/2016
  • Capa: Capa Dura
  • Peso: 3,14 kg
  • Dimensões: 21 X 28

Clássico que tem contribuído para a formação de várias gerações de estudantes e profissionais da saúde, Rezende | Obstetrícia continua a prover o melhor e mais completo conteúdo da área em edição totalmente reformulada, com projeto gráfico mais arrojado, conteúdo revisado, ampliado e integralmente atualizado. Entre as principais características que complementam o texto e facilitam o aprendizado, estão tabelas pormenorizadas, imagens e ilustrações primorosas, bem como algoritmos cuidadosamente planejados.
Principais destaques desta edição:
• Alerta epidemiológico feito pela OPAS e pela OMS em dezembro de 2015 para a taxa de microcefalia no Brasil, que, em 14 estados, aumentou 20 vezes, de 2010 a 2015, e decreto da OMS para emergência global em saúde pública para Zika vírus (ZIKV) e microcefalia em fevereiro de 2016
• Associação da microcefalia na gravidez a infecções congênitas clássicas conhecidas como TORCH – Toxoplasmose, Outras (sífilis, varicela-zóster, parvovírus B19), Rubéola, Citomegalovírus e Herpes simples – transforma o acrônimo em TORCHZ
• Abordagem dos dois maiores problemas obstétricos, que continuam sendo o parto pré-termo e a pré-eclâmpsia/eclâmpsia
• Indicação da ultrassonografia universal do colo na ocasião da morfológica entre 20 e 24 semanas para prevenir o parto pré-termo, com progesterona vaginal
• Rastreamento da pré-eclâmpsia/eclâmpsia no primeiro trimestre da gravidez e identificação da grávida de alto-risco, para prevenção com ácido acetilsalicílico em baixa dose, que deve ser iniciado antes de 12 semanas
• Recomendação do estudo HAPO-2008 devido ao aumento da incidência do diabetes melito gestacional: o diagnóstico deve ser feito em duas etapas – glicemia de jejum na primeira consulta pré-natal e teste oral de tolerância à glicose de 75 g entre 24 e 28 semanas da gestação
• Revolução do diagnóstico pré-natal pelo teste pré-natal não invasivo (NIPT) no sangue materno (cell-free DNA). Os três pilares do diagnóstico pré-natal atualmente são o NIPT com 10 semanas, a ultrassonografia de primeiro trimestre (11-13 semanas) e os testes invasivos (biopsia de vilo corial e amniocentese).

Parte 1: História da Obstetrícia
Parte 2: Fisiologia da Reprodução
Parte 3: Ciclo Gestatório Normal
Parte 4: Doenças Próprias da Gravidez
Parte 5: Doenças Intercorrentes na Gravidez
Parte 6: Parto e Puerpério Patológicos
Parte 7: Tocurgia
Parte 8: Medicina Fetal
Parte 9: Aspectos Éticos e de Saúde Pública
Índice Alfabético

Carlos Antonio Barbosa Montenegro
Professor Titular de Obstetrícia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Membro Emérito da Academia Nacional de Medicina. Professor de Obstetrícia da Fundação Técnico-Educacional Souza Marques. Diretor Científico do Hospital da Mulher Mariska Ribeiro.

Jorge de Rezende Filho
Professor Titular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, da Fundação Técnico-Eduacional Souza Marques e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).