Livro Impresso

Política Fiscal e Ciclos Econômicos: Teoria e a Experiência Recente

  • ISBN:

    9788535276404

  • Edição: 1|2017
  • Editora: GEN Atlas

Manoel Carlos de Castro Pires

Indisponível Temporariamente

Sem Estoque
SKU
440358
ou em até 3x de R$ 22,50
Com a crise financeira internacional, o interesse nos efeitos da política fiscal foi renovado. Para combater a depressão econômica, vários estímulos fiscais foram adotados. No momento seguinte, vários países se engajaram em políticas contracionistas.Ao lo
  • Formato: Impresso
  • Páginas: 192
  • Publicação: 03/07/2017
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,29 kg
  • Dimensões: 15 X 23

Com a crise financeira internacional, o interesse nos efeitos da política fiscal foi renovado. Para combater a depressão econômica, vários estímulos fiscais foram adotados. No momento seguinte, vários países se engajaram em políticas contracionistas.Ao longo dessas experiências, a temperatura do debate econômico subiu originando controvérsias dignas das históricas disputas macroeconômicas. O objetivo deste livro é sistematizar as principais experiências, teorias e evidências a respeito do tema.Este livro está estruturado em três grandes eixos. O primeiro tem o objetivo de apresentar o tema ao leitor interessado, documentando a experiência internacional relevante sobre o assunto. Os resultados documentados permitem apontar sobre quais condições ocorreram as experiências mais bem-sucedidas.O segundo eixo desenvolve a parte teórica e seu objetivo é aprofundar o conhecimento do leitor diante de uma estrutura analítica. Ao final, será possível entender as circunstâncias que tornam a política fiscal mais eficaz na estabilização da economia.O terceiro eixo apresenta as principais evidências empíricas disponíveis buscando uma conciliação com a teoria. São discutidos temas como a tese da contração expansionista, a relação entre dívida e crescimento e as evidências empíricas de multiplicadores fiscais.Ao final de cada um dos capítulos, é feito um balanço da discussão para que o leitor possa compreender as várias aplicações de política econômica envolvidas e suas repercussões. O último capítulo apresenta as principais conclusões e lacunas ainda existentes no debate.

Parte I Experiência Internacional

Parte II Teoria

Parte III Evidências Empíricas

 

Manoel Carlos de Castro Pires

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal Fluminense (2001), mestrado em Economia da Indústria e da Tecnologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e doutorado em Economia pela Universidade de Brasília (2008). Foi Presidente do IPEA e esteve à frente da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, onde também foi secretário interino de Acompanhamento Econômico, diretor de Programas e coordenador Geral de Política Fiscal. Atualmente é técnico de planejamento e pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Teoria Monetária e Financeira, Macroeconomia do Setor Público, Coordenação de Políticas Monetária e Fiscal e Econometria de Séries de Tempo. É parecerista de diversas revistas científicas tais como: Journal of Economic Studies, Economic Modelling, Estudos Econômicos, PPE, Revista de Economia Política e Revista Economia da Anpec. Ganhou o Prêmio do Tesouro Nacional em 2007, 2008, 2009 e 2012.