• Entrega Imediata
  • Frete Grátis

Livro Impresso

O Nascimento da Inteligência na Criança

  • ISBN:

    9788521612582

  • Edição: 4|1987
  • Editora: LTC

Jean Piaget

De: R$ 180,00 Por: R$ 144,00
In stock
ou em até 7x de R$ 20,57
< >
Considerado uma das maiores autoridades mundiais nas ciências psicológicas em todos os tempos, Jean Piaget dedicou grande parte de sua obra à análise da evolução do pensamento infantil. Fundador da Epistemologia Genética, Piaget desenvolveu, também, uma t

Conteúdo relacionado

  • Formato: Impresso
  • Páginas: 392
  • Publicação: 01/05/1982
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,45 kg
  • Dimensões: 14 X 21

Considerado uma das maiores autoridades mundiais nas ciências psicológicas em todos os tempos, Jean Piaget dedicou grande parte de sua obra à análise da evolução do pensamento infantil. Fundador da Epistemologia Genética, Piaget desenvolveu, também, uma teoria do conhecimento consciente como produto de uma estrutura cognitiva, que conceitua a vida como criação contínua de formas cada vez mais complexas, e de sua progressiva adaptação ao meio exterior. Para o grande cientista suíço, a inteligência é a expressão mais específica desse comportamento de adaptação. Na realidade, a inteligência consiste na capacidade individual de acomodação ao meio e, desta forma, o processo cognitivo teria início nos reflexos fortuitos e difusos do recém-nascido, desenvolvendo-se por estágios, até alcançar o nível adulto do raciocínio lógico. Em O Nascimento da Inteligência na Criança, o autor estuda a formação dos esquemas sensório-motores e o mecanismo de assimilação mental, a partir da descoberta da existência de uma continuidade entre o sensório-motor e o representativo, afirmando e demonstrando que tudo o que o sensório-motor constrói e reconstruído pela sua representação nascente, antes de superar os limites que lhe servem de infra-estrutura. Dedica especial ênfase à investigação das formas da inteligência pré-verbal, colocando em exame todos os problemas biológicos da inteligência. Desde as suas manifestações inaugurais, o nascimento e a evolução da inteligência são acompanhados e descritos nesta obra, de capital importância para pais, educadores e psicólogos em geral. Aqui vemos a criança construindo e coordenando suas ações mentais, elaborando a sua intuição espacial até conquistar a capacidade de adaptação plena e criativa ao mundo que a cerca, processos vistos à luz das relações que se estabelecem entre a razão e a organização biológica. Há um pragmatismo superior, porque vital, presidindo o nascimento da inteligência, que é a forma suprema que o indivíduo tem à sua disposição para ater-se ao universo em que vive, compreendê-lo e situar-se em condições de dominá-lo.

 

Conheça mais livros do autor aqui.

Introdução - O problema biológico da inteligência

Parte I - As adaptações sensório-motoras elementares
1. A primeira fase: o exercício dos reflexos
2. A segunda fase: as primeiras adaptações adquiridas e a reação circular primária

Parte II - As adaptações sensório-motoras intencionais
3. A terceira fase: as reações circulares e secundárias e os processos destinados a fazer durar os espetáculos interessantes
4. A quarta fase: a coordenação dos esquemas secundários e sua aplicação às novas situações
5. A quinta fase: a reação circular terciária e a descoberta de novos meios por experimentação ativa
6. A sexta fase: a invenção de novos meios por combinação mental

Conclusões. A inteligência sensório-motora ou prática e as teorias da inteligência

Jean Piaget

É um dos responsáveis pelo impulso da Teoria Cognitiva na educação infantil. Considerado o maior expoente do estudo do desenvolvimento cognitivo, estudou inicialmente biologia, na Suíça, para depois se dedicar às áreas da Psicologia, Epistemologia e Educação. Foi professor de psicologia na Universidade de Genebra por quase trinta anos, tornando-se mundialmente reconhecido pela sua revolução epistemológica. Durante sua vida Piaget escreveu mais de cinqüenta livros e centenas de artigos e, através da observação de seus próprios filhos e de outras crianças, tornou conhecida a Teoria Cognitiva, onde propõe a existência de quatro estágios de desenvolvimento cognitivo no ser humano: sensório-motor, pré-operacional, operacional concreto e operacional formal. Suas teorias, aplicadas em escolas ao redor do planeta, buscam implantar nos espaços de aprendizagem uma metodologia inovadora para formar cidadãos criativos e críticos. De acordo com suas teorias, o professor não deve apenas ensinar, mas antes de tudo orientar seus alunos no caminho da aprendizagem autônoma.