• Entrega Imediata
  • Frete Grátis

Livro Impresso

Macroeconomia Moderna - Lições de Keynes Para Economias em Desenvolvimento

  • ISBN:

    9788535293166

  • Edição: 1|2019
  • Editora: GEN Atlas

Carmem Feijó e Eliane Araújo

R$ 116,00
In stock
SKU
440147
ou em até 5x de R$ 23,20
< >
Um elemento central para a emergência do Brasil como um líder entre as economias em desenvolvimento, após a restauração da democracia nos anos 1980, foi a participação ativa de economistas keynesianos em debates teóricos e políticos. Os diálogos dos keyne
  • Formato: Impresso
  • Páginas: 200
  • Publicação: 13/08/2019
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,36 kg
  • Dimensões: 17 x 24

Um elemento central para a emergência do Brasil como um líder entre as economias em desenvolvimento, após a restauração da democracia nos anos 1980, foi a participação ativa de economistas keynesianos em debates teóricos e políticos. Os diálogos dos keynesianos brasileiros com economistas ortodoxos, outros estudiosos heterodoxos e ativistas políticos renovaram a teoria macroeconômica e monetária e forneceram importantes orientações políticas em uma era de crises globais e instabilidade. Já se passaram vinte anos desde que as principais ideias dos keynesianos brasileiros foram destiladas em um livro – Macroeconomia moderna, editado por Luiz Fernando de Paula, Gilberto Lima e João Sicsú. Agora, mais de uma década após a fundação da Associação Keynesiana Brasileira (AKB), a estagnação global pós-crise está ameaçando como nunca o progresso que havia sido feito, tanto no Brasil como em outros lugares do mundo em desenvolvimento. Este livro, organizado pelas presidentes da AKB, Carmem Feijó e Eliane Araújo, responde a esse conjunto de desafios sem precedentes. Nele, usando diversos métodos e evidências, membros da comunidade keynesiana brasileira consideram como o crescimento pró-igualitário e sustentável, as instituições fortemente desenvolvimentistas e a política macroeconômica sólida podem ser combinadas.”

Gary Dymski

Professor Leeds University Business School.

 

“Passados mais de 10 anos da devastadora crise de 2008, ainda estamos tentando entender o que deu errado. Mas de uma coisa estamos (quase) todos seguros: a abordagem do crescimento de longo prazo baseado em funções de produção simplistas está superada, e é reconhecido que a realidade econômica é muito mais complexa. Fatores financeiros e da economia real interagem, certamente. Mas outros elementos também desempenham seu papel: o estado, a divisão internacional do trabalho, a globalização da produção e do comércio, o que os Estados Unidos da América (e também a Rússia e a China) estão questionando. É muito estimulante retornar a Keynes, buscar uma abordagem pelo lado da demanda e avaliar as implicações para países menos desenvolvidos (mas emergentes). Este livro faz isso.”

Lionello Punzo

Professor Titular em Economia Universidade de Siena e INCT/PPED da UFRJ.

Parte 1 - Institucionalistas, Regulacionistas e Pós-Keynesianos

1 Decisão, Animal Spirits e Incerteza: uma Aproximação Institucionalista da Abordagem de Keynes

2 Regimes de Política Econômica e Acumulação de Capital: Configurações Pró e Antidesenvolvimento

Parte 2 - O Papel do Estado e da Política Econômica

3 O Papel do Estado e a Noção de Desenvolvimento Econômico em Keynes

4 Macroeconomia Novo-Desenvolvimentista

5 A Política Fiscal na Perspectiva Pós-Keynesiana

6 Política Monetária em Keynes: uma Nota Crítica ao Regime de Metas de Inflação Brasileiro

7 Política Industrial e Desenvolvimento Econômico: Teoria e Propostas para o Brasil na Era da Economia Digital

Parte 3 - Mudança Estrutural e Taxa de Câmbio

8 Mudança Estrutural e Crescimento Econômico

9 Taxa de Câmbio na Perspectiva Pós-Keynesiana

10 Mudança Estrutural e Balanço de Pagamentos

11 Taxa Real de Câmbio e Mudança Estrutural em um Modelo Kaldoriano de Crescimento com Restrição de Balanço de Pagamentos

Parte 4 - O Papel do Sistema Financeiro em Economias Monetárias

12 Eficiência e Funcionalidade do Setor Financeiro no Desenvolvimento

13 Bancos Múltiplos Públicos e Desenvolvimento

14 Globalização Financeira, Neoliberalismo e Desigualdade entre Países: uma Interpretação Heterodoxa

Índice remissivo 199

Carmem Feijó

Concluiu seu doutorado no University College London, sob a supervisão da professora Victoria Chick, no início dos anos 1990. Desde então, tem contribuído para o avanço do ensino e da pesquisa em macroeconomia pós-keynesiana e, mais recentemente, em macroeconomia novo-desenvolvimentista, com produção acadêmica em artigos periódicos e capítulos de livro publicados no Brasil e no exterior.

Atualmente é professora titular da Universidade Federal Fluminense e bolsista de produtividade do CNPq.

Eliane Araújo

Concluiu seu doutorado em Economia na Universidade Federal do Rio de Janeiro e foi professora-visitante da Universidade de Cambridge, Reino Unido (2018-2019), sob a supervisão do professor Philip Arestis.

Tem contribuído com o ensino e a pesquisa nas áreas de macroeconomia, economia brasileira, política econômica, economia internacional e crescimento e desenvolvimento econômico. É autora de artigos publicados em livros e periódicos no Brasil e no exterior.

Atualmente é professora associada da Universidade Estadual de Maringá e bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq.