• Entrega Imediata
  • Frete Grátis

Livro Impresso

Ditos e Escritos - Vol. III - Estética: Literatura e Pintura, Música e Cinema

  • ISBN:

    9788530964184

  • Edição: 4|2015
  • Editora: Forense Universitária

Michel Foucault

R$ 125,00
In stock
SKU
1215151
ou em até 6x de R$ 20,83
< >
Este livro concentra-se, principalmente, em torno da temática da estética. Foucault analisa obras que, diante da perspectiva humanista dominante na episteme da modernidade através do que poderíamos chamar de orientação nietzschiana na filosofia, criaram u

Conteúdo relacionado

  • Formato: Impresso
  • Páginas: 512
  • Publicação: 22/05/2015
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,59 kg
  • Dimensões: 14 x 21

Este livro concentra-se, principalmente, em torno da temática da estética. Foucault analisa obras que, diante da perspectiva humanista dominante na episteme da modernidade através do que poderíamos chamar de orientação nietzschiana na filosofia, criaram uma literatura que é uma alternativa às problemáticas do sentido, da vida e da linguagem dominantes na fenomenologia e no existencialismo, e que para ele se apresentavam como “sufocantes”. Trata-se de análises de autores como Blanchot, Bataille, Klossowski, Robbe-Grillet, Beckett e Roussel, cujas experiências no campo da reflexão e da criação artística marcaram a cultura contemporânea com amplos efeitos, principalmente no campo da ética. Ele trata também de outros artistas fundamentais da poética moderna, como Mallarmé, Flaubert, Júlio Verne, Breton e o surrealismo, os autores de Tel quel e, em especial, Philippe Sollers, bem como Pierre Guyotat. Além dos textos sobre literatura, estão reunidos nesta obra análises dedicadas à pintura e textos sobre alguns filmes e cineastas.


Apresentação à Edição Brasileira

1962 – Dizer e Ver em Raymond Roussel

1962 – Um Saber Tão Cruel

1963 – Prefácio à Transgressão

1963 – A Linguagem ao Infinito

1963 – Distância, Aspecto, Origem

1964 – Posfácio a Flaubert (A Tentação de Santo Antão) 

1964 – A Prosa de Acteão

1964 – Debate sobre o Romance

1964 – Por que se Reedita a Obra de Raymond Roussel?

   Um Precursor de Nossa Literatura Moderna

1964 – O Mallarmé de J.-P. Richard

1965 – “As Damas de Companhia”

1966 – Por Trás da Fábula

1966 – O Pensamento do Exterior

1966 – Um Nadador entre Duas Palavras

1968 – Isto Não É um Cachimbo

1969 – O que é um Autor?

1970 – Sete Proposições sobre o Sétimo Anjo

1970 – Haverá Escândalo, Mas...

1971 – As Monstruosidades da Crítica

1974 – (Sobre D. Byzantios)

1974 – Antirretro

1975 – A Pintura Fotogênica

1975 – Sobre Marguerite Duras

1975 – Sade, Sargento do Sexo

1977 – As Manhãs Cinzentas da Tolerância

1977 – Não ao sexo-Rei

1978 – Eugène Sue que Eu Amo

1980 – Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse e os Vermes  Cotidianos

1980 – A Imaginação do Século XIX

1982 – Pierre Boulez, a Tela Atravessada

1983 – Michel Foucault/Pierre Boulez – A Música Contemporânea e o Público

1984 – Arqueologia de uma Paixão

1984 – Outros Espaços

Índice de Obras

Índice Onomástico

Índice de Lugares

Índice de Períodos Históricos

Organização da Obra Ditos e Escrito

Nascido na França em 1926, Michel Foucault foi diretor do Instituto Francês em Hamburgo e do Instituto de Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Clermont-Ferrand. Lecionou no Collège de France, sobre a História dos Sistemas de Pensamento.