Fipecafi

O clássico da Contabilidade que não cansa de surpreender

Oferta Especial

Desde a 1ª edição, “Manual de Contabilidade Societária” se mantém como o livro mais importante da área, sempre acompanhando as atualizações do universo contábil.

Por que você deve garantir a nova edição? Veja alguns motivos:

  • Conteúdo totalmente atualizado com as principais alterações de normas e CPCs
  • Capítulos reorganizados e reestruturados para melhor compreensão dos temas
  • Brinde: “Manual Prático de Contabilidade Societária”: um novo livro que complementa o aprendizado oferecido no manual com exemplos e casos práticos
Livros

Vocês pediram e nós atendemos!

O “Manual Prático de Contabilidade Societária” foi feito para ajudar você a aplicar as normas contábeis no seu dia a dia de forma simples com exemplos e casos práticos.

Linguagem
de fácil
entendimento

Casos
de aplicação
prática

Exemplos
didáticos de aplicação

Combo

oferta especial

Leve dois livros pelo preço de um! Compre a nova edição do tradicional "Manual de Contabilidade Societária" — com o conteúdo e a qualidade que você já conhece! — e ganhe, nesta oferta especial e limitada, o superlançamento que irá complementar e facilitar ainda mais o seu dia a dia! Sua rotina contábil está prestes a mudar!

Por: R$

Oportunidade única! Poucas unidades disponíveis.

CAPÍTULOS DO LIVRO QUE MUDOU A PROFISSÃO

Assista à série Vida de Contador e entenda a importância deste livro no mundo da Contabilidade


O MANUAL QUE É PARTE DA EVOLUÇÃO DO PAÍS

A história dessa publicação se confunde com a história da própria Contabilidade e
é um relato da constante evolução e atualização de todas as normas vigentes.

1978

1ª edição

Livro 1

Logo após a revolução contábil no Brasil trazida pela edição da Lei das S.A. (nº 6.404/76), a FIPECAFI foi procurada (e financiada) pela recém-criada CVM para editar o “Manual de Contabilidade das Sociedades por Ações”. O livro nasceu com o objetivo de ser fonte de consulta para os profissionais de contabilidade, auditoria e análise de balanços e se tornou, também, livro didático e trabalho de referência. Continha, ainda, os efeitos tributários do Decreto-Lei nº 1.598/77, que efetuou a regulamentação fiscal da Lei das S.A. e adicionou alguns aspectos contábeis.

Livro 2

1981

2ª edição

Lei das Sociedades
por ações/ Lei S.A / D.L 1598/77

Em 1981, foi lançada a segunda edição, financiada pelo Banco Central, com uma atualização completa e com inclusão de alguns novos temas, procurando atender à crescente necessidade de informações contábeis. Todos os capítulos foram atualizados, incorporando as novas interpretações dadas aos dispositivos da Lei das Sociedades por Ações, com o amadurecimento tanto da compreensão dessa lei quanto dos aspectos tributários introduzidos pelo Decreto-Lei nº 1.598/77.

1990

3ª edição

Livro 3

Democracia

O Brasil estava na passagem de um regime autoritário para uma transição democrática, com grandes flutuações econômicas e vários planos de governo trazendo uma série de consequências e turbulências na aplicação contábil das disposições da Lei Comercial.

A terceira edição abrangeu, novamente, uma revisão completa dos capítulos e a eliminação de alguns poucos itens de substância, particularmente relacionados com o período de transição da Lei nº 6.404/76.

Livro 4

1995

4ª edição

Plano Real

Em 1995, tivemos, no país, uma consolidação do processo democrático na área política e econômica, além de grandes reformulações envolvendo a abertura da nossa economia. Um fator de extrema relevância para o país foi o Plano Real, que trouxe uma nova moeda (o Real) e gerou drástica redução dos níveis inflacionários desde então. Todos os fatos acarretaram mudanças na legislação e importantes evoluções na contabilidade abordada por essa edição.

2000

5ª edição

Livro 9

Eliminação da correção monetária Lei nº 9.249/95

Houve necessidade de adaptação das demonstrações contábeis por conta da eliminação da correção monetária trazida pela Lei nº 9.249/95.

Livro 5

2003

6ª edição

Tributação do PIS e arrendamento
mercantil financeiro (leasing financeiro)

Na sexta edição, foram introduzidos comentários sobre os efeitos contábeis da nova forma de tributação pelo PIS, que procurava não ser mais acumulativo como era anteriormente.

Atenção especial foi dada ao arrendamento mercantil financeiro (leasing financeiro), discutindo os aspectos relativos à ativação dos bens objeto desse tipo de financiamento, principalmente depois de novo posicionamento do CFC.

2007

7ª edição

Livro 6

Deliberações da CVM nº 488/2005 e 489/2005

Essa edição traz como novidade a adaptação do plano de contas à deliberação CVM nº 488/2005, com a segregação entre ativos e passivos circulantes e não circulantes, introdução do grupo de intangíveis e adaptação da deliberação CVM nº 489/2005, que trata das novas conceituações de provisões e contingências. Houve inclusão de um capítulo novo sobre intangíveis, por força da deliberação CVM nº 488/2005, que deu mais transparência ao conjunto de ativos permanentes.

Livro 7

2010

1ª edição

Lei nº 11.638/2007 e Lei nº 11.941/2009
e Comitê de Pronunciamentos Contábeis

Em função de tão grande transformação da Lei nº 11.638/2007 e Lei nº 11.941/2009 e do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, por força do uso do poder normativo adquirido pelo CFC, que estendeu as novas normas às demais entidades que não sob a forma de S.A., a FIPECAFI deliberou por cessar a edição anterior daquele manual e produzir então o “Manual de Contabilidade Societária”.

2013

2ª edição

Livro 8

A segunda edição foi atualizada com os novos pronunciamentos, interpretações e orientações emitidos até 31 de dezembro de 2012, bem como revisões efetuadas pelo CPC sobre os anteriormente emitidos.

Livro 10

2018

3ª edição

Elementos CPCs 47 e 48

O “Manual de Contabilidade Societária” se tornou um guia indispensável para profissionais, estudantes e professores de Contabilidade. A edição foi atualizada com os CPCs 47 e 48, além de todas as interpretações, orientações e revisões emitidas até 31/12/2017 e também com as principais alterações na legislação tributária.


UM POUCO DE QUEM ESCREVEU ESTA HISTÓRIA

É professor titular do Departamento de Contabilidade e Atuária da FEA/USP, autor do livro “Demonstração do valor adicionado” e coautor de “Retorno de investimento” e “Contabilidade das sociedades cooperativas”, publicados pelo GEN | Atlas. Autor de inúmeros trabalhos publicados em revistas especializadas e científicas, além de parecerista em assuntos relacionados à contabilidade societária. Ex-presidente da FIPECAFI, chefe do Departamento de Contabilidade e Atuária da FEA/USP e coordenador técnico da revista “Melhores e Maiores” desde 1996.

É professor emérito da FEA/USP, professor do mestrado em Ciências Contábeis e Financeiras da PUC-SP e membro vitalício do conselho curador da FIPECAFI. Coordenador e coautor dos livros “Contabilidade introdutória” e “Teoria avançada da contabilidade”, autor de “Análise de balanços”, “Contabilidade gerencial” e “Teoria da contabilidade” e coautor de “Análise de custos”, “Contabilidade comercial”, “Curso de contabilidade para não contadores” e “Introdução à teoria da contabilidade”, todos publicados pelo GEN | Atlas.

É membro de conselhos, auditor e fundador de renomada empresa de auditoria. Professor da FEA/USP até 2003 e da FIPECAFI. Atuante no desenvolvimento das normas contábeis e de auditoria via Ibracon, CFC e Comissão Consultiva da CVM e, internacionalmente, via IASC/IASB e IFAC. Membro do CPC, no qual foi vice-coordenador técnico. Autor de pareceres e estudos técnicos sobre temas contábeis, de auditoria e de governança. Eleito Acadêmico da Academia Paulista de Contabilidade.

É professor emérito da FEA/USP. Autor do livro “Contabilidade de custos”, coautor de “Contabilidade introdutória”, “Análise avançada das demonstrações contábeis”, “Teoria da contabilidade” e outros, publicados pelo GEN | Atlas, além de coautor de manuais de contabilidade e de custos de diversas instituições financeiras. Ex-diretor da CVM.


CONTEÚDO PARA TODOS OS ESTÁGIOS DA CARREIRA

O Manual de Contabilidade Societária, para mim, é visto sob duas óticas: a do aluno e a do professor. Enquanto aluno, vejo que é necessário ter um material que me ajude a entender desde os temas mais básicos, aos mais complexos. O Manual faz isso com maestria. Na minha ótica de professor da área contábil, ter um material de qualidade e que me dê suporte na construção das aulas é de extrema importância. O Manual, em minha opinião, é o melhor material que temos hoje em termos de contabilidade societária.

Fábio Vasconcelos

@eu_contador

Contador, professor de Contabilidade e Auditoria para concursos e exames

O Manual de Contabilidade Societária é indispensável para todos os estudantes da área contábil, pois há diversos tipos de conteúdo, do simples ao complexo. Eu, por exemplo, utilizo todos os dias para consultas diversas, até porque todos os assuntos abordados são super completos.

Luan Cristian Castagnoli Fragoso

@luancristian2

Contador

Excelente obra, atualizada e imprescindível para profissionais de contabilidade.

Alexandre Alcantara Silva

@profalexandrealcantara

Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente (UESC), esp. em Direito Tributário (UFBA), esp. em Gestão Tributária (UNIFACS), graduado em Ciências Contábeis (FVC), autor do GEN | Atlas