• Frete Grátis

Livro Impresso

Anatomia da Destrutividade Humana

  • ISBN:

    9788524501432

  • Edição: 2|1979
  • Editora: LTC

Fromm

Indisponível Temporariamente

Sem Estoque
ou em até 6x de R$ 21,07
Anatomia da Destrutividade Humana constitui a formulação principal e completa de um tema que tem estado presente na maioria dos escritos sócio-antropológicos do autor: a idéia de que foi proporcionada aclamação pública a uma interpretação errônea de id...

Conteúdo relacionado

  • Formato: Impresso
  • Páginas: 656
  • Publicação: 01/01/1981
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,74 kg
  • Dimensões: 14 X 21

Anatomia da Destrutividade Humana constitui a formulação principal e completa de um tema que tem estado presente na maioria dos escritos sócio-antropológicos do autor: a idéia de que foi proporcionada aclamação pública a uma interpretação errônea de idéias científicas válidas. Para Fromm, a personalidade de um indivíduo era o resultado de fatores culturais e biológicos - no fim de sua vida, dedicou-se ao estudo da agressão, de onde resultou este Anatomia da Destrutividade Humana.

Parte I - Instintivismo, Behaviorismo, Psicanálise
1. Os Instintivistas
2. OS Ambientalistas e os Behavioristas
3. Instintivismo e Behaviorismo: diferenças e semelhanças
4. A abordagem psicanalítica para a compreensão da agressão

Parte II - Dados comprobatórios contra a tese instintivista
5. Neurofisiologia
6. O comportamento animal
7. Paleontologia
8. Antropologia

Parte III - As variedades da agressão e da destrutividade e suas respectivas condições
9. Agressão benigna
10. Agressão maligna: pressupostos
11. Agressão maligna: crueldade e destrutividade
12. Agressão maligna: necrofilia
13. Agressão maligna: Adolf Hitler, um caso clínico de necrofilia

Epílogo: Sobre a ambiguidade da esperança

Apêndice: A teoria de Freud sobre a agressividade e a destrutividade

Bibliografia

Erich Fromm graduou-se pela Universidade de Heidelberg, onde obteve seu doutorado em 1922. Especializando-se em Psicanálise, prosseguiu seus estudos na Universidade de Munique e no Instituto Psicanalítico de Berlim. Com a dominação da Alemanha pelo nazismo, Fromm emigrou para os EUA, onde seguiu uma brilhante e constroversa carreira como psicanalista, psiquiatra e professor.