• Entrega Imediata

Livro Impresso

A Magia e o Direito

  • ISBN:

    9788530950231

  • Edição: 1|2014
  • Editora: Forense Universitária

GEORGES GURVITCH

De: R$ 89,00 Por: R$ 44,50
In stock
SKU
2811044
ou em até 1x de R$ 44,50
< >
A releitura do estudo de Gurvitch permite restabelecer, na história do pensamento sociológico, certa verdade: que os sociólogos, etnólogos e antropólogos não esperaram o estruturalismo para compreender que a magia forma um sistema bem articulado e, ali...

Conteúdo relacionado

  • Formato: Impresso
  • Páginas: 194
  • Publicação: 21/01/2014
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,24 kg
  • Dimensões: 14 X 21

A releitura do estudo de Gurvitch permite restabelecer, na história do pensamento sociológico, certa verdade: que os sociólogos, etnólogos e antropólogos não esperaram o estruturalismo para compreender que a magia forma um sistema bem articulado e, aliás, portador de sua racionalidade imanente. O estudo das ciências, tanto quanto a epistemologia e o sistemismo, já o havia demonstrado. E nessa perspectiva frutífera, Gurvitch mostrou o que o refinamento dos conceitos sociológicos, em termos de tempos sociais, grupos particulares ou “patamares em profundidade”, podia trazer aos juristas. Há um século, conscientemente ou não, o direito se beneficia com isso, no sentido de uma melhor simbiose do geral e do particular, do abstrato e do concreto, do sagrado e do profano, do místico e do político, do Oriente e do Ocidente, de escritos fundamentais e profundamente inovadores, tais como os de Max Weber. Mas seria injusto desconhecer, a seu lado, o lugar de Gurvitch. A presente reedição tende precisamente a fazer-lhe justiça quanto às relações do direito, da magia e da natureza.

Sumário

Prefácio

A Magia e o Direito – Introdução

I – Análises Preliminar – Magia e Religião

I – Eliminação das objeções prévias contra a irredutibilidade da Magia e da Religião

II – As concepções de James Frazer

III – As diferentes interpretações do Mana em sua aplicação à definição da Magia

A – A descoberta de Codrington

B – As interpretações de Mauss e Hubert

C – A teoria do “Mana Totêmico” do Durkheim

D – A teoria da Magia na obra de Bergson

E – As descrições do Mana nas obras dee Lehmann e Malinowski

 A – Mana tangata

 B – O Mana dos animais, das plantas e das coisas inanimadas

 C – Mana atua

IV – Conclusões sistemáticas sobre a essência do Mana e da Magia

A – A oposição entre o Mana e o Sagrado

B – Definição da Magia e da Religião

C – A Magia como uma das fontes da Tècnica e da Moral

II – As Repercussões Jurídicas da Magia – Preliminares. O Problema

I – As repercussões jurídicas da Magia segundo James Frazer

A – A Magia e a propriedade privada, o casamento  e a poroteção da vida humana segundo Frazer

B – A Magia e o poder real: segundo Frazer

II – A Magia e o Direito individual: segundo Paul Huvelin

III – A Magia e as formas arcaicas das trocas segundo Marcel Mauss

IV – Conclusões sistemáticas sobre o papel da Magia na vida do Direito

A – A Magia e o Direito individual

1. A ação isolada da Magia sobre o Direito individual (direito de obrigação e direito de propriedade alienável

2. A Ação concorrente da Magia e da Religião sobre o Direito individual (Direito Penal que protege a inviolabilidade da visão humana)

B – A Magia e o Direito social

1. A ação isolada da Magia sobre o Direito social (Direito autônomo e particularista das associações fraternas arcaicas)

2. A ação concorrente da Magia e da Religião sobre o Direito social (A formação do Estado e a constituição do poder real)

 

Georges Gurvitch  - Um dos principais sociólogos de sua época e um especialista em Sociologia do Conhecimento. Filósofo e Jurista.

 

 

TRADUÇÃO: MÁRCIA ATÁLLA PIETROLUONGO

REVISÃO TÉCNICA: TERESA DIAS CARNEIRO