Busca avançada Busca avançada
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)          Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)        SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.
   frete  FRETE GRÁTIS (via Total Express) nas compras acima de R$ 199,00. (Valor Liquído)                  Parcele em até 8x (parc. mín. de R$ 45)                  SAC: (11) 5080-0751 seg. a sex. das 8h às 18h.

A Reforma do Sistema Financeiro Americano-Nova Arquitet.Internac.e o Contexto Regulatório Brasileiro

Autor: DE BOLLE/ CARNEIRO

ISBN: 9788521617464
Publicação: 15/03/2010
Edição: 1|2010
Formato: 16 X 23
Páginas: 196
Acabamento da capa: Brochura
Peso: 0,31kg
Selo Editorial: LTC
R$90,00

Num debate calcado em carreiras de sucesso, 18 economistas expõem de maneira clara a quase derrocada por que passou o mercado financeiro dos Estados Unidos em textos que buscam fazer o leitor entender se é possível preservar um sistema financeiro dinâmico e competitivo usando-se de precaução e com o saneamento eficiente de crises financeiras. Mesmo quando a temática é especificamente americana, os olhares dos textos são informados pela experiência brasileira. Analisa-se, assim, em que pontos a proposta americana se aproxima dos procedimentos brasileiros ou deles se distancia. Para aqueles que se mostram ainda céticos em relação à capacidade nacional em gerir economia, alguns artigos constatam que temos algo a ensinar aos americanos no que concerne, por exemplo, à completude do perímetro da regulação e da supervisão bancárias, à boa convivência com a regulação estatal, à clara separação de funções para o exercício da gestão de investimentos ou, ainda, à responsabilidade ilimitada em instituições financeiras como forma de prevenir crises ou resolvê-las com menor dano ao erário público.

Escrito por Alkimar R. Moura, Ana Carolina Freire, André d’Almeida Monteiro, Armando Castelar Pinheiro, Dionisio Dias Carneiro (organizador), Eduardo Motta Loyo, Gustavo H. B. Franco, João Cesar Tourinho, João Dionísio Amoêdo, Luiz Alberto C. Rosman, Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho, Marcelo Ferreira da Motta Rezende, Marcio Palmeira, Monica Baumgarten de Bolle,  (organizadora), Pedro S. Malan, Rodrigo Azevedo, Theodoro Messa e Thomas Wu (com apresentação de Edmar L. Bacha, economia, ocupa a 40ª cadeira da Academia Brasileira de Letras), A reforma do sistema financeiro americano propõe-se a não só avaliar a proposta de reestruturação financeira americana, mas também extrair lições da recente crise para repensar a regulação financeira brasileira.

Compartilhe:

Sinopse

Detalhes

Num debate calcado em carreiras de sucesso, 18 economistas expõem de maneira clara a quase derrocada por que passou o mercado financeiro dos Estados Unidos em textos que buscam fazer o leitor entender se é possível preservar um sistema financeiro dinâmico e competitivo usando-se de precaução e com o saneamento eficiente de crises financeiras. Mesmo quando a temática é especificamente americana, os olhares dos textos são informados pela experiência brasileira. Analisa-se, assim, em que pontos a proposta americana se aproxima dos procedimentos brasileiros ou deles se distancia. Para aqueles que se mostram ainda céticos em relação à capacidade nacional em gerir economia, alguns artigos constatam que temos algo a ensinar aos americanos no que concerne, por exemplo, à completude do perímetro da regulação e da supervisão bancárias, à boa convivência com a regulação estatal, à clara separação de funções para o exercício da gestão de investimentos ou, ainda, à responsabilidade ilimitada em instituições financeiras como forma de prevenir crises ou resolvê-las com menor dano ao erário público.

Escrito por Alkimar R. Moura, Ana Carolina Freire, André d’Almeida Monteiro, Armando Castelar Pinheiro, Dionisio Dias Carneiro (organizador), Eduardo Motta Loyo, Gustavo H. B. Franco, João Cesar Tourinho, João Dionísio Amoêdo, Luiz Alberto C. Rosman, Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho, Marcelo Ferreira da Motta Rezende, Marcio Palmeira, Monica Baumgarten de Bolle,  (organizadora), Pedro S. Malan, Rodrigo Azevedo, Theodoro Messa e Thomas Wu (com apresentação de Edmar L. Bacha, economia, ocupa a 40ª cadeira da Academia Brasileira de Letras), A reforma do sistema financeiro americano propõe-se a não só avaliar a proposta de reestruturação financeira americana, mas também extrair lições da recente crise para repensar a regulação financeira brasileira.

Sumário

Apresentação – Edmar Bacha

Parte I - Aspectos gerais
1. Temas para a nova regulamentação do setor bancário – João Dionísio Amoêdo
2. Notas sobre a reforma regulatória do setor financeiro – Armando Castelar Pinheiro
3. O que a crise atual revelou sobre as deficiências regulatórias? – Dionísio Dias Carneiro
4. A coordenação internacional da regulação financeira é viável? – Pedro S. Malan
5. Autorregulação no sistema financeiro – Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho

Parte II - Questões de arquitetura regulatória
6. Perspectivas sobre a regulação financeira no Brasil diante de programas de reforma em economias avançadas – Eduardo Loyo e Rodrigo Azevedo
7. A responsabilidade ilimitada em instituições financeiras no Brasil: antecedentes, experiência e considerações – Gustavo H. B. Franco e Luiz Alberto C. Rosman
8. As propostas americanas: o blueprint de Paulson versus o white paper de Geithner – Dionísio Dias Carneiro e Monica Baumgarten de Bolle
9. Supervisão e regulação de bancos comerciais nos Estados Unidos: características e implicações – Marcelo Ferreira da Motta Rezende
10. Redundância e sobrevivência no sistema bancário americano – Monica Baumgarten de Bolle

Parte III - Regulação e política monetária
11. A separação entre as funções de estabilização e de regulação no Brasil – Alkimar R. Moura
12.O federal reserve board e a saúde do sistema bancário – Ana Carolina Freire e Thomas Wu

Parte IV - Riscos de contraparte, hedge funds e seguros
13. Riscos de contraparte e intermediação financeira: lições da crise e alternativas para mitigá-los – André d’Almeida Monteiro
14. Regulação dos fundos de hedge – João Cesar Tourinho
15. Regulação do setor de seguros – Theodoro Messa e Marcio Palmeira

Índice

Autoria

Sobre os organizadores:

Monica Baumgarten de Bolle é macroeconomista e, desde 2007, sócia da Galanto Consultoria. Chefiou a área de Pesquisa Macroeconômica Internacional do Banco BBM e trabalhou no Fundo Monetário Internacional (FMI) em Washington, D.C. É colaboradora do Instituto de Estudos de Política Econômica – Casa das Garças, tendo ainda lecionado Macroeconomia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). É doutora em Economia pela London School of Economics, sendo sua tese sobre crises financeiras.

Dionisio Dias Carneiro é economista, diretor da Galanto Consultoria e do Instituto de Estudos de Política Econômica – Casa das Garças (IEPE/CdG), membro do Conselho Consultivo do Grupo Icatu, membro independente do Conselho de Administração e do Comitê de Auditoria da Companhia Siderúrgica Nacional, membro do Comitê Financeiro da Brasif e membro independente do Conselho de Administração da PDG Realty S.A. Foi professor da Universidade de Brasília (UnB), da Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas (EPGE/FGV) e da PUC-Rio e vice-presidente da FINEP.

Outras versões disponíveis

Você selecionou o formato Livro Impresso.
Esta publicação também está disponível em:

E-Book

Frete

Compre Junto

Este produto: A Reforma do Sistema Financeiro Americano-Nova Arquitet.Internac.e o Contexto Regulatório Brasileiro R$90,00

Relações Internacionais e Política Externa do Brasil
R$100,00

Preço Total:
R$190,00